Seja bem-vindo ao DeDentroPraFora. Aqui falamos da Metafísica atual e de como ela pode contribuir para que sintamos mais prazer em viver. :) :) :)



Artigos





VIVA !!!



PRESENTES


Ana Maria Prandato - 23/12/2002


A estrela,
expressivamente bela,
guiava os passos dos Reis Magos
que levavam presentes ao Menino,
recém-nascido
numa gruta de Belém.

Essa passagem do Natal vem sendo há muito representada nos presépios, ouvida e contada com emoção entre os povos ligados de alguma forma à mensagem de Jesus. Provavelmente tenha surgido daí a tradição de presentearmos as pessoas queridas nesta data - tanto para celebrarmos a festa cristã quanto para expressarmos nosso regozijo, nossa grande alegria.

Celebração... pessoas queridas... regozijo... alegria...

Lojas apinhadas, shoppings intransitáveis, filas, limites dos cartões de crédito, juros, cheques pré-datados...

Celebração... pessoas queridas... regozijo... alegria...

Excesso de trabalho, correria, falta de tempo, dinheiro curto, falta de idéias, obrigações, falta de vontade...

Celebração... pessoas queridas... regozijo... alegria...

Desavenças, ressentimentos, dores, distanciamento, frieza, aparências... Cansaço.

Celebração? Pessoas queridas? Regozijo? Alegria?

Sabemos que todos nós temos uma energia, uma "alma", que toca e que se deixa tocar - é ela quem ama, quem quer bem, quem se alegra, quem celebra e se regozija.

Se a nossa cabeça se perde no mundo, cheia de problemas, decepções, expectativas, desencantos, julgamentos, críticas e culpas, não é de admirar que o nosso coração esteja tão endurecido, apertado, que não haja um lugarzinho sequer para que essa alma se manifeste, radiante.

Assim nos arrastamos, cansados, "desanimados" - sem alma! - vazios... e nos envolvemos nas convenções sociais, nos relacionamos com os outros - mas ainda que nos toquemos fisicamente, não permitimos que nada nos enterneça, nos toque mais fundo; ainda que nos fartemos de comida e bebida, nada nos nutre e enriquece; dando ou ganhando presentes, não conseguimos sentir o gosto de compartilhar com prazer. Vazios... ausentes... luz apagada... "Ninguém em casa".

Nestas festas de final de ano, quando costumamos desejar tantas coisas boas às pessoas queridas, que tal começarmos por desejar um grande bem para nós mesmos? Serenar nossa mente, abrir o coração, eliminar os conflitos, aquietar os medos, dar espaço para que essa alma venha à tona - linda, terna, amorosa, digna... sensível, forte, confiante... sábia, corajosa - resplandecente! Adjetivos demais? Não, ainda caberiam muitos outros - fragmentos do tesouro precioso que pode ser encontrado dentro de nós - aquele tesouro que os ladrões não podem roubar e que as traças não podem destruir, lembra?

Então, que seja festa! Que beijos e abraços, mensagens, pensamentos e atitudes expressem a nossa luz. Que "estejamos em casa" para receber e para dar - compartilhando vida e alegria. Conscientes, "vivos", presentes.

Brilhemos!



Feliz e próspero Natal e Ano Novo!
Como sempre, de dentro pra fora. :)




Comente este artigo Fale conosco

Sugira um tema



Quer enviar esta página
para um amigo?
Clique aqui!